Currículo Moderno

Volta e meia eu descubro vida inteligente, antenada com novas configurações que oferecem saídas criativas (para quem tem acesso, claro) para encurtar o tempo de espera entre um emprego e outro. Não é ainda totalmente a realidade de nosso país, mas dá uma boa idéia do que vem por aí para os novos tempos do mercado de trabalho.

Num artigo de Bárbara Safani, publicado em Portugal, chegam dicas alvissareiras que indicam possibilidades auspiciosas para quem busca um novo emprego. Eu resolvi ajuntar algumas coisinhas mais brasileiras, e daí saiu esta coletânea de informações sobre marketing pessoal. São seis dicas preciosas e atualíssimas para criar um currículo moderno e campeão de empregabilidade.

A relação entre os “recursos” e as organizações, sempre foi de incompreensão, ora tendendo para um, ora para outro. Como é natural, nestas operações, sempre houve stress em decorrência do comportamento imprevisível das coisas e pessoas, em suas relações com os chamados perfis funcionais e outros bichos mutantes da fauna de RH.

Com o passar do tempo, parecia que havia verdades indiscutíveis sobre currículos e seleção, que haviam se estabelecido entre os milhares de opinantes. Só que a maioria delas, parece ter mais de 200 anos, se compararmos com a listinha abaixo, vejam só o que é hype (ui!) ou vai bombar nas novas relações empregatícias:

 1 – Crie um currículo personalizado para cada opção de vaga.
Isto vai comunicar tudo o que você pode oferecer ao empregador e o exercício lhe dirá com o tempo, o que não é da sua praia. Mas, tem que ser assim: Descreva a sua identidade profissional no início do documento e depois articule os seus grandes atributos (2 a 4), apresentando provas disso. A seguir, inclua uma análise das suas competências principais, sinteticamente. Aperfeiçoea redação da experiência profissional e da educação de modo a salientar ainda mais seus feitos e, sempre que possível, quantifique-os.

2 – Desenvolva um Podcast.
O que é isso? Esta é a versão áudio curta do seu currículo. Ela tem de ser capaz de descrever o que você fez e provar o sucesso conseguido. Este mini podcast servirá como resposta à questão colocada ad nauseam nas entrevistas: – “Fale-me de você.” O objetivo consiste em comunicar a sua identidade profissional, no padrão de R&S, ou seja: Quais os seus 3 pontos fortes e provas desses pontos, uma breve descrição do seu histórico profissional e o motivo para estar interessado no cargo a que se candidata. Ao ser claro e sucinto, em áudio, torna mais fácil que o gestor de contratação interceda pela sua candidatura. Não é o máximo?

 3 – Crie uma presença positiva on-line.
Ninguém hoje tem mais tempo para nada. Os recrutadores e os gestores de contratação continuam a realizar pesquisas on-line sobre os candidatos para verem se conseguem mais alguma informação, antes de lhe telefonarem. Controle a sua identidade on-line criando perfis em sites como o ZoomInfo, o LinkedIn, o Plaxo e o Ziggs. Naturalmente, reescreva seu Orkut, Facebook, Twitter ou crie um Blog com informações e outras comunidades que tenham seu perfil. Só cuidado para não expor dados pessoais que possam levar spammers, sniffers, spoofings e outros crackers a entupirem você de trojans. Também seja cuidadoso: tudo deve ser neutro e sóbrio. Delete qualquer informação que leve os selecionadores a ter uma imagem negativa. Sempre deixe um link para sua apresentação e até download do CV.

4 – Use uma assinatura personalizada.
Mostre a sua marca de cada vez que enviar um e-mail associando a sua identidade profissional à sua assinatura. Ou crie um Visual CV e associe a versão multimídia do seu currículo à sua assinatura. Esta ferramenta é fantástica, pois permite você unificar tudo (áudio, vídeo, charts, fotos etc.) em um só modelo de currículo. Além do mais, você também contribui para reduzir o efeito estufa, deixando de imprimir currículos. E é grátis!

5 – Leia o artigo Erros Mortais do Currículo
Ele fala sobre aquilo que derruba suas chances de ser chamado para uma entrevista. Tipo assim, panfletar currículo, fora de perfil, sem informações… Ele está disponível em nosso blog e diz muito sobre as mancadas que as pessoas fazem ao enviar currículos por email. Todo mundo deveria ler estas dicas, que realmente fazem a diferença.

6 – SMS e Bancos Virtuais na Internet
Muitas empresas já usam o torpedo para informar seus processos seletivos, bem como avisar sobre as etapas dos programas. Para descobrir, faça uma busca na web. Aproveite também para fazer uma varredura por bancos de CVs eletrônicos que muitas empresas hoje possuem. No caso procure pelo link: Trabalhe Conosco.

Outra dica é sempre levar com você um pen drive com os arquivos mais completos em PDF e/ou zipados, pois nunca se sabe o que pode ocorrer. O mercado talvez ainda não esteja 100% preparado para isto, mas com certeza os candidatos que seguirem estas indicações, estarão um passo adiante dos outros. O tempo muda e a fila sempre anda, ainda mais em se tratando de novas linguagens. De qualquer forma, é uma maneira de se diferenciar e mostrar o quanto você está antenado.

Voltaremos a este assunto em outros artigos. Aguardem!

Anúncios
Esse post foi publicado em Candidatos e marcado , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s